comentário 0

Do pior ao melhor episódio da 1ª temporada de Arquivo X

Resolvi fazer um post com o top 24 da primeira temporada de arquivo x, sim uma temporada que foi exibida há mais de 20 e tantos anos, pero estamos em pandemia e tá todo mundo doido, inclusive eu.

Lembrando que essa lista só se refere ao meu gosto e lembrança, não é pra ser levado totalmente a sério. Como critério você pode pensar algo como: quanto menor a posição na lista menos eu quero rever o episódio.

24º. Episódio 19 – Shapes

A coisa boa desse episódio é que ele tem o Hawk (Michael Horse) de Twin Peaks fazendo um papel de outro policial com conhecimentos indígenas/místicos ligados a floresta só que mais turrão. A história principal é esquecível.

23º. Episódio 9 – Space

Esse episódio tem alguns pontos de tensão, principalmente em relação a missão espacial que rola durante o episódio, mas o resto é tudo meio sem explicação, terminando com uma possessão por alienígenas meio mal feita até pra uma série dos anos 90.

22º. Episódio 7 – Ghost The Machine

Aquela velha história da máquina com inteligência artificial super avançada, construída por um hacker com tiques de naturismo, que ganha vida própria e começa apavorar todo mundo. Tem um pequeno plot twist no episódio que merece lembrança.

21º. Episódio 22 – Born Again

Mais um episódio com tema de reencarnação e vingança, nada muito especial. Vale pela discussão e cenas sobre a terapia com hipnose regressiva.

20º. Episódio 06 – Shadows

O final desse episódio é bem estranho e tem bons momentos de revolta sobrenatural contra um empresário chatásso. Não me lembro de muita coisa além disso e a sensação que até aqui a série ainda queria colocar a Scully sempre 5 segundos atrasada nas cenas, meio que forçando ela não ver os acontecimentos sobrenaturais pra ser o contraponto do lado spooky do Mulder.

19º. Episódio 05 – The Jersey Devil

Começa num climinha muito bom de mistério na mata, doideiras inexplicáveis dos tempos das cavernas rolando pela floresta, mas depois acaba numa perseguição tipo aquela brincadeira “policia contra ladrão” e sem uma teoria interessante do que realmente era o ‘diabo” do episódio.

18º. Episódio 16 – Young At Heart

Aqui temos uma trama meio forçada em que um bandido que matou um companheiro do Mulder após um erro dele numa operação reaparece pra perseguir o nosso querido agente especial. E isso de alguma forma é resultado do trabalho de um médico que está estudando formas alternativas e nada éticas de rejuvenescimento com crianças. Doideira completa mas que não faz um bom episódio pra mim.

17º. Episódio 23 – Roland

Tem alguns conceitos interessantes nesse episódio, tipo a empresa que vende uma espécie de serviço de ressureição e também a atuação do maluco que dá ao nome ao episódio. Porém, o resto não me pegou muito, podiam ter colocado algo melhor como penúltimo episódio da primeira temporada.

16º. Episódio 15 – Lazarus

Esse ep tem um casal meio natural born killers estrelando o episódio, algumas tretas com a scully, inclusive ela dando um tiro no criminoso que pelo que me lembro foi a primeira vez na série que rolou algo sim, pero de resto nada anima muito.

15º. Episódio 12 – Fire

Esse episódio é meio novelão e tosco no seu plot, mas tem momentos bem divertidos. A cena inicial é muito boa e com mais suspense que todo o resto do episódio, talvez.

14º. Episódio 18 – Miracle Man

Gostoso episódio misturando a fanfarronice de pastores que gostam de discursos espalhafatosos de salvação que são puro espetaculismos pra enganar bobo, com um personagem que realmente pode curar doentes. E ai, pra onde vai a sua fé? Tem a policia que como sempre está estragando tudo.

13º. Episódio 08 – Gender Bender

Arquivo x também fala de sexo, além das tensões sexuais entre Mulder e Scully, claro. Nesse episódio é apresentada uma comunidade bem parecida com os amishs que seus membros tem o poder de seduzir qualquer pessoa fazendo um carinhosinho na mão da vítima. Fiquei puto com o fim desse episódio, mas gostei bastante no geral.

12º. Episódio 04 – Conduit

O final desse episódio é muito bom e tem a referência aquela famosa frase que nós queremos acreditar. No mais, tem um monte de background das origens das convicções e buscas do Mulder que valem ver, pero nada de especial também.

11º. Episódio 02 – Deep Throat

Mais doideira extraterreste e muita conspiração sobre o conhecimento do governo da existência de vida fora da terra. Aqui pegamos na mão do Mulder rumo a verdade que está lá fora.

10º. Episódio 10 – Fallen Angel

O que eu mais gosto nesse episódio é que vemos que além do Mulder, existem vários outros malucos no mundo de arquivo x que estão atrás de confirmar a existência de vida extraterrestre. Somos apresentados a um hippie que vive num trailer e sua organização chamada NICAP. Super compraria o boné deles.

09º. Episódio 03 – Squeeze

Depois de alguns ETs, pessoas sendo abduzidas, militares escondendo segredos espaciais, aqui temos os mutantes serial killers. É o primeiro gostinho que temos deles na série, com a nossa dupla principal indo full no modo Sherlock Holmes. Sem falar no susto com a Scully.

08º. Episódio 01 – Pilot

A série já começa jogando todas as cartas na mesa com abduções, disco voador, extraterrestres, um tiquito de suspense e muito de sobrenatural no seu primeiro ep. Essa é a segunda vez que to vendo essa temporada e fiquei me perguntando como a Scully demorou tanto a acreditar depois de já no primeiro caso do x-files ser tão claro.

07º. Episódio 11 – Eve

Um dos episódios que terminou do jeito mais inesperado pra mim, fiquei realmente surpreso em como a história foi contada e levada até o fim. Um pouco menos de conspiração extraterreste, pra conspiração sobre a criação de seres humanos super evoluídos para fins militares.

06º. Episódio 8 – Ice

Suspense gostoso nesse aqui com aquele clima de adivinhação e muita paranoia sobre quem tá infectado e quem será o próximo a morrer. Bom d+.

05º. Episódio 21 – Tooms

Continuação do episódio 3 só que com acontecimentos que refletem na história principal da temporada. Com os chefões do FBI na cola deles, é bom demais ver o espirito arisco do Mulder interagindo e confiando 100% na Scully pra resolver o caso.

04º. Episódio 17 – “E.B.E.

Ufos caindo na terra, Mulder pedindo ajuda pra uma galera mais doida que ele, muita conspiração e coisas mal explicadas. A série já começa pisar fundo apontando pra qual lado vai a história principal da primeira temporada. Puro suco de arquivo x.

03º. Episódio 20 – Darkness Falls

Episódio delicioso em que achamos que tudo vai dar merda a qualquer momento, e no fim dá mesmo. A sensação de paranoia e medo de bichos é caprichada nesse episódio, com a treta de militantes ambientais versus empresas madeireiras de plano de fundo é a cereja do bolo.

02º. Episódio 24 – The Erlenmeyer Flask

Talvez o melhor episódio da temporada, um thriller paranormal (ns) com tudo que isso tem direito: perseguição de carro a mutantes, assassinato de cientistas fazendo experiência com macacos, tiroteios e assassinatos, baby ETs guardados a sete chaves, pessoas com características de bichos marinhos e o governo americano escondendo tudo. É pra isso que a gente vê arquivo X.

01º. Episódio 13 – Beyond the sea

O segundo foi o melhor da temporada e o primeiro é o que eu mais gosto. Esse episódio é mais focado na vida pessoal da Scully com um dos melhores “vilões” entre os apresentados nessa temporada, um serial killer muito bem interpretado. Apesar de ter referências a questões paranormais, o episódio te pega por outros sentimentos mais ligados a realidade com tensão no episódio todo. Delicia.

É isso!

Apenas como referência os episódios que integram a trama principal da temporada são: 01, 02, 10, 17 e 24.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s